Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Universo

NASA afirma: Via Láctea vai colidir com a galáxia de Andrômeda


Astrônomos da NASA anunciaram na última quinta-feira que a Via Láctea deve colidir frontalmente com a nossa galáxia vizinha Andrômeda. Mas não há motivos para sair correndo e se preparar para o pior: a previsão é de que isso ocorra daqui 4 bilhões de anos.

 


A agência espacial também afirmou que a Terra e o sistema solar não correm riscos de serem destruídos. Mas há um porém: provavelmente o Sol será “arrastado” para uma nova região da galáxia e isso, obviamente, deve ter sérios impactos em nosso planeta.

A colisão já é considerada como o próximo evento cósmico de maior importância para nossa galáxia. Para se ter uma noção do tamanho da colisão, Andrômeda é feita de bilhões de “bolas gigantes de fogo” muito maiores que o nosso planeta inteiro, que devem bater em alta velocidade diretamente na Via Láctea.

De acordo com a NASA, as duas galáxias estão a 2,5 milhões de anos-luz de distância uma da outra. Mas Andrômeda está se aproximando pouco a pouco da Via Láctea. A agência espacial descreve o cenário como uma jogada de baseball: a Via Láctea é o rebatedor que está a espera de uma bola rápida, que seria a galáxia de Andrômeda.

Torre de Tóquio

Dá para visualizar a batida em uma animação da NASA. E na foto acima, é possível ver as duas galáxias lado a lado (Andrômeda à esquerda) daqui 3,75 bilhões de anos, atraves da visão do ceú noturno visto da Terra. Note como Andrômeda começa a distorcer o formato da Via Láctea ao puxá-la pra perto de si.

 

Fonte: Super Interessante

Comentar

Código de segurança
Atualizar