Imprimir
Categoria: Futuro
Visualizações: 217

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Futuro
Cientistas da Michigan State University (MSU) criaram um peixe robótico, o Grace. O objetivo da tecnologia é analisar a água e detectar substâncias tóxicas em rios e lagos.


Para que Grace fizesse isso, o professor de engenharia elétrica Xiaobo Tan e sua equipe colocaram sensores no aparelho. Eles permitem a coleta de dados sobre temperatura e qualidade da água.

Grace consegue nadar e deslizar. Essas duas formas de locomoção permitem que o peixe robótico faça viagens de longa distância sem que a bateria descarregue. Isso porque a natação exige que Grace bata constantemente sua cauda, o que gasta mais bateria. Por sua vez, deslizar exige menos combustível e permite a economia de energia.

Segundo Tan, o peixe robótico consegue deslizar por meio de uma bomba que empurra a água para dentro e para fora do Grace. Além disso, a embalagem da bateria fica dentro de uma espécie de trem que se move para frente e para trás. Isso permite que o peixe robótico deslize na água em um caminho específico.

Mas vale destacar que a ferramenta ainda é um protótipo. No final de 2012, os cientistas testaram o Grace. A tecnologia superou as expectativas e o sensor detectou até mesmo os locais onde houve derramamento de petróleo em 2010.

 

Fonte: Exame Info