Curiosidades
No frio, o animal produz menos pigmento e seus pelos ficam branquinhos como a neve; saiba mais sobre a raposa-do-ártico.

 

No fim do outono, os dias vão ficando mais curtos nas regiões geladas do Ártico. É o inverno chegando.

Para enfrentar o frio, alguns bichos armazenam comida, outros se preparam para hibernar, mas a raposa-do-ártico só pensa em trocar de roupa.

Quando diminuem os períodos de luz solar, o corpo dessas raposas produz menos melanina, substância que dá cor aos pelos. Ao mesmo tempo, eles crescem mais, para garantir maior proteção.

As mudanças começam nos pelos da cauda. Aos poucos, o corpo todo fica branco, como se elas vestissem um casaco fofinho. Assim conseguem suportar temperaturas mais frias do que 40 graus Celsius negativos e se camuflar na neve.

Pelo de Raposa

 

  • Os pelos longos formam uma camada protetora contra o frio.
  • A pele bem grossa por baixo do pelo evita a perda de calor.
  • A cauda longa ajuda a manter o equilíbrio, permitindo que ela mude de direção rapidamente enquanto corre.

Hora do jantar

A raposa-do-ártico é ótima caçadora e tem os sentidos apurados para encontrar pequenos mamíferos, aves, peixes e lemingues, que são roedores da região.

Durante o inverno, quando costuma faltar comida, ela se alimenta de restos que outros predadores, como os ursos, deixam pelo caminho.

Mas é preciso ter cuidado para não se tornar a refeição dos grandalhões! Aí, a neve se transforma numa aliada: com seus pelos branquinhos, a raposa se camufla no meio dela e consegue fugir.

Filhotes

A raposa-do-ártico vive em famílias grandes, pois as fêmeas podem ter de três a 25 bebês por ninhada.

As tocas costumam ser buracos entre as pedras, com várias saídas, para que seja mais fácil fugir em caso de perigo.

  • Onde vive: ao norte da Europa, da Ásia e da América, na Groenlândia e na Islândia.
  • Tamanho: 50 centímetros de comprimento.
  • Peso: em média, 4 quilos.
  • Gestação: cerca de 2 meses.
  • Tempo de vida: até 14 anos.

Você sabia que:

Existem mais de 20 espécies de raposa pelo mundo? Uma das mais conhecidas é a raposa-vermelha.
Não há raposas no Brasil?

Consultoria: Alex de Almeida (mestre em zoologia de vertebrados pela PUC/MG), Nilton Caceres (prof. do depto. de biologia da UFSM), Patrícia A. Basile (bióloga pela USP) e Vilacio Caldara Junior (prof. do depto. de biologia da UFES).


Fonte: Super Interessante

 

Comentar

Código de segurança
Atualizar

Criptomoedas

Cotação em tempo real. Ideias...

Visitar
image1

Açoes

Ações em tempo real. Ideias...

Visitar
image2

Mente

O cérebro em detalhes.

Visitar
image3