Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Atitude A palavra BMX tem como significado Bicycle(B) Moto(M) Cross(X). O Free Style existe desde a década de 70 e foi inventado nos Estados Unidos, suas primeiras manobras foram inventadas por pilotos mundialmente famosos como Bob Haro, Ron Wilkerson e Michael Domingues. As crianças imitavam seus ídolos do motocross com suas bikes, construíam pistas e faziam corridas informais. Assim nascia um novo esporte com o apoio e o incentivo dos pais da criançada.

O BMX chegou com toda a sua força no Brasil em 1978, quando o bicicross estava crescendo, dando espaço a esse novo esporte radical.

 

Este esporte é principalmente caracterizado pelo radicalismo e adrenalina que ele transmite, pois para executar as manobras é preciso coragem, disciplina, treino e muita ousadia. Não é um esporte de moda e os pilotos se unem para atrair novos adeptos, buscando assim consolidar seu espaço dentro dos esportes convencionais, promovendo campeonatos e estando sempre presente em eventos e shows de grande expressão.

Os atletas treinam exaustivamente buscando a perfeição, em respeito ao seu público. Praticado com uma bicicleta de aro 20", eles executam manobras que podem desafiar a gravidade, com giros e saltos no ar.

O BMX é dividido em duas partes o Race (corrida) e o Freestyle (estilo livre) No BMX Free Style encontramos 5 modalidades são elas: Street, Mini Ramp, Dirt Jump, Flatland e Vertical. O que difere um estilo do outro é o local e a forma de como são executadas as manobras.

Força, muita força nos braços, alimentação regrada, adrenalina pulsando forte, suor, folego, equilíbrio, tudo e muito mais para a prática desse esporte.

Até mesmo os skateboarders se rendem as duas rodinhas, como no meu caso, e dão suas meias voltinhas na rampa. A sensação de liberdade, de planar no ar, de sentir o coração bater mais forte são algumas das motivações desses atletas. No começo a perna da uma bambeada, as mãos ficam firmes no guidão, mas só em alguns casos, como no meu. Outros nasceram para isso, buscam sempre ir mais alto, dar o melhor giro e acertar todas as manobras. Devemos ser como eles, ousados, não se contentar em ir alto e sim, mais alto, além do que o nosso natural suporta. Força. Na foto Jonathan Lima, ganhador de campeonatos de Bmx, tive o prazer de poder fazer uma sessão de fotos dele, ve-lo no ar é uma sensação incrível. Coragem é o que não falta aos praticantes desse esporte, que não falte a nós também.

 

Beatriz Corrêa
http://beeacorrea.blogspot.com.br/

 

Comentar

Código de segurança
Atualizar