Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Após deixar Porto Rico no escuro, Maria devasta República Dominicana

Com sete mortos, furacão volta à categoria 3; prejuízos podem chegar a bilhões de dólares

SAN JUAN — Após ter deixado Porto RicoA completamente no escuro, sem energia elétrica para os seus moradores, o furacão Maria avança sobre a República Dominicana, levando a devastação para algumas regiões com fortes chuvas e ventos na região costeira. Até o momento, o fenômeno matou dez pessoas na sua trajetória pelo Caribe, região que já havia sofrido dramaticamente com o furacão Irma no início do mês. Segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC, na sigla em inglês), Maria deverá levar ainda perigosas tempestades para as Bahamas.

A maioria das vítimas do furacão era de Dominica, onde sete pessoas foram confirmada mortas. No entanto, o número ainda pode aumentar com o avanço das operações de busca ao longo do dia. Quando tocou o solo de Porto Rico, na manhã de quarta-feira, Maria estava na categoria 4, com ventos de 250 quilômetros por hora. Foi a tempestade mais forte a já atingir um território americano em quase 90 anos.

Os 3 milhões de porto-riquenhos viram suas casas serem devastadas, o serviço elétrico ser completamente cortado e as estradas virarem verdadeiros rios, com fluxoes de água torrenciais. O governador da ilha, Ricardo Rossello, disse que apenas uma fatalidade havia sido imediatamente registrada. A vítima foi um homem atingido por um pedaço de madeira que voou por causa do forte vento. A recuperação da ilha poderá ser difícil financeiramente, uma vez que Porto Rico sofre da maior crise de débito local da história dos EUA.

Agora, enquanto ameaça a República Dominicana, Maria já perdeu força e está na categoria 3, com ventos máximos de 185 quilômetros por hora. Os seus efeitos já foram sentidos nas primeiras horas desta quinta-feira em Punta Cana, área muito popular entre turistas. O furacão, no entanto, ainda pode reconquistar sua força enquanto avança em direção norte.

Maria já deixou seu rastro de devastação também por Dominica, um dos países mais pobres do Caribe. Com 73 mil habitantes, a ilha foi significamente danificada ou destruída. Os prejuízos provocados pelo fenômeno podem chegar a bilhões de dólares, segundo autoridades da ONU.

Acredita-se que Maria vá seguir para o Oceano Atlântico no fim de semana, e ainda não há indicação para definir se poderá afetar o território continental dos EUA

Comentar

Código de segurança
Atualizar

Joomla templates by a4joomla