Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A sede do Departamento de Defesa dos EUA é um dos maiores escritórios do mundo, com mais de 23 mil funcionários.

Inaugurado há 72 anos, em janeiro de 1943, o Pentágono é a sede do Departamento de Defesa dos EUA, que abriga os funcionários do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.

A ideia de construí-lo surgiu em 1941, na 2ª Guerra Mundial, quando o governo norte-americano concluiu que, por questões de estratégia, era preciso centralizar os órgãos de defesa num único lugar, próximo à Casa Branca.

O formato e o nome vieram da estrutura original do terreno, também pentagonal. Uma reforma de 18 anos, concluída em 2011, refez o prédio do zero e o reconfigurou totalmente por dentro, além de blindar e reforçar todas as estruturas. Do Pentágono original, só sobrou a casca.

1) SENHORES DOS ANÉIS

Exército, Marinha e Aeronáutica possuem, cada um, um terço do complexo, que é arquitetonicamente dividido em cinco “anéis”. O mais externo concentra os gabinetes dos comandantes, enquanto os seguintes abrigam as hierarquias menores de funcionários.

2) FAZENDO SALA

O Pentágono possui cinco andares e dois subsolos, somando mais de 2 mil cômodos. A maior parte é de baias e saletas para as atividades burocráticas, que incluem contabilidade, papeladas de aposentadoria de veteranos e até processamento meteorológico. Com área útil de 620 mil m² e 431 m só de fachada, a base é um dos maiores prédios de escritórios do mundo: trabalham ali 23 mil funcionários.

3) SIGILO ABSOLUTO

No Pentágono, são tomadas decisões importantes para operações de guerra, como as que rolaram nas invasões ao Afeganistão e ao Iraque. Há também salas com arquivos confidenciais mantidos pelos militares. Essas áreas têm proteções extras, com direito a blindagem nas paredes e portas e guardas permanentes do lado de fora. Mas nem sempre funciona: daqui já vazaram documentos problemáticos, como as fotos de soldados dos EUA torturando presos em Guantánamo.

4) CHEGADAS E PARTIDAS

Há quatro grandes entradas, sendo que a principal é a sudoeste, por onde chegam os visitantes. Ali, há uma minirrodoviária que serve as vias construídas especialmente para dar acesso ao Pentágono. Há também uma estação de metrô, que, até a década passada, tinha conexão direta com o prédio.

5) ROTA DE FUGA

Para o caso de atentados e terremotos, há entradas subterrâneas, com elevador, que dão direto aos gabinetes dos comandantes – que podem ser retirados do prédio em poucos minutos. Funcionários conseguem escapar por rampas e elevadores ligados às quatro entradas.

6) MINICIDADE

Trabalhar lá tem uma série de vantagens: desde creches e escolas para os filhos dos funcionários até um hospital completo e uma academia, ambos nos subsolos. No centro, há uma praça com uma lanchonete, também em forma de pentágono.

Além disso, a entrada principal abriga um shopping. Para dar conforto a tantos funcionários, o prédio possui ainda 8.770 vagas de estacionamento, 691 bebedouros e 284 banheiros.

7) TROPA DE ELITE

Todas as salas são monitoradas por câmeras e seguranças e todos os visitantes são revistados. Depois do 11 de setembro, uma guarda com mais de 100 homens foi treinada e fica a postos para agir em qualquer situação suspeita. Todas as paredes e janelas foram reforçadas com uma blindagem especial depois da reforma.

 

Fonte: Boletim do projeto de renovação do Pentágono, sites The Renovator, Washington Post e do Departamento de Defesa dos Estados Unidos e do Pentágono

Comentar

Código de segurança
Atualizar