Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Cara de iPhone X e mais poder que Galaxy S9 Plus pela metade do preço.

OnePlus apresentou nesta quarta-feira (16) o seu novo flagship, o OnePlus 6. A novidade trouxe maiores mudanças no design comparado ao que vimos entre as duas últimas gerações lançadas pela empresa.

E para o desgosto de alguns, a fabricante chinesa é mais uma que aderiu à tendência de smartphones com entalhe no topo da tela.

O foco do “matador de flagships” sempre esteve em oferecer hardware potente com preço consideravelmente mais baixo que seus concorrentes. No entanto, o controle agressivo sobre o valor do produto resultava em materiais não tão nobres como visto em outros aparelhos topo de linha.

Com o OnePlus 6 temos um smartphone mais caprichado, agora com traseira em vidro.

O Essential Phone teve como destaque a ausência de borda na parte superior da tela, onde apenas a câmera invadia o display do aparelho com um pequeno corte em sua estrutura.

Este tipo de design, no entanto, só foi se popularizar com o lançamento do iPhone X, que tem uma maior parte da tela tomada pelo entalhe.

No OnePlus 6 vemos algo similar ao smartphone da Apple. Na parte superior temos uma pequena faixa preta que abriga a câmera frontal, os sensores e alto-falante para chamadas.

Mas diferente do iPhone X, aqui temos um pouco de borda na parte inferior – como também foi visto em outros smartphones Android que seguiram o mesmo caminho.

O corpo continua feito de metal, mas na traseira agora temos acabamento em vidro, que apesar de tornar o aparelho mais frágil passa maior elegância. A câmera continua dupla, porém com novo layout agora centralizado.

O leitor biométrico ainda está lá, mas também recebeu uma pequena mudança no design nesta geração.

Câmeras dignas de flagship

Antes mesmo de o OnePlus 6 ser oficializado, o CEO da empresa realizou um rápido comparativo fotográfico no Twitter colocando uma foto capturada pelo smartphone chinês ao lado de rivais como o Galaxy S9 e iPhone X.

O que a fabricante quer deixar claro é que o OnePlus 6 oferece um conjunto fotográfico tão avançado quanto os melhores smartphones do mercado, mesmo custando consideravelmente menos.

Sem dúvidas este é o maior avanço visto na linha, já que os modelos anteriores sempre pecaram no quesito fotos, especialmente em situações com luz precária.

O software da câmera conta com inteligência artificial para gerar o efeito bokeh em fotos, que também estará disponível futuramente para a câmera frontal por atualização.

O efeito gerado é melhor do que foi visto na geração passada, que nem sempre borrava toda a imagem corretamente.

Na traseira temos um conjunto com sensores de 20 e 16 megapixels, ambas oferecem abertura de f/1.7, o que ajuda a capturar imagens claras em ambientes com pouca luz. Um diferencial para esta geração está na inclusão de estabilização óptica de imagem, além de manter a estabilização eletrônica das gerações anteriores.

Na parte frontal do aparelho temos uma câmera de 20 megapixels, mas esta vem com abertura focal menor, sendo apenas f/2.0. Ainda assim é suficiente para registrar boas selfies em ambientes pouco iluminação com a ajuda do recurso de flash da câmera.

O Snapdragon 845 presente no OnePlus 6 permite realizar gravações na resolução Ultra HD 4K a no máximo 60 quadros por segundo. Em resoluções mais baixas é possível gravar com velocidade superior para capturar boas filmagens com recurso de slow motion.

O recurso de câmera lenta fica limitado à resolução 720p para capturar vídeos a 480 fps por no máximo 3,75s – o que resulta em um total de 1 minuto de filmagem. A gravação é feita pelo sensor principal, agora 19% maior, o que ajuda a reduzir a quantidade de ruídos em ambientes com pouca luz.

Configurações parrudas são o seu DNA

Claro que o OnePlus 6 viria com o melhor hardware disponível atualmente. Temos aqui o Snapdragon 845, presente em diversos lançamentos deste ano. O chipset é formado por processador de oito núcleos Kyro 385 com velocidade máxima de 2,8 GHz. A GPU é a Adreno 630, que entrega 30% mais desempenho comparado ao componente gráfico do OnePlus 5T.

O OnePlus 6 é capaz de atingir até 1 Gbps de velocidade de download em redes móveis graças ao modem X20 LTE da Qualcomm. Para velocidade de upload, no entanto, ele fica limitado a no máximo 150 Mbps – mesmo valor limitado pelo Snapdragon 845. O que fica claro é que você terá conexão rápida com o novo flagship chinês.

Especificações técnicas

  • Tela Optic AMOLED de 6,28 polegadas com proporção 19:9 e resolução FullHD+ (2280x1080 pixels);
  • Chipset Snapdragon 845 com CPU octa-core de 2,8 GHz e GPU Adreno 630;
  • Câmera traseira de 20 MP + 16 MP com abertura de f/1.7 e suporte para super câmera lenta;
  • Câmera frontal de 20 MP com abertura de f/2.0;
  • 6 ou 8 GB de memória RAM;
  • 64, 128 ou 256 GB de armazenamento interno;
  • Leitor de impressões digitais;
  • Bateria de 3.330 mAh;
  • Resistência à água;
  • Android 8.1 Oreo com nova versão da Oxygen OS.

Preço e disponibilidade

O OnePlus 6 vem com preço mais salgado que seu antecessor. Enquanto o mais básico com 6 GB de RAM e 64 GB de armazenamento sai por US$ 529, o mais completo com 8 GB de RAM e 256 GB de espaço interno sai por US$ 629.

 

Versão Preço
6 GB RAM + 64 GB armazenamento US$ 529
8 GB RAM + 128 GB armazenamento US$ 579
8 GB RAM + 256 GB armazenamento US$ 629

 

A novidade vem em três cores: Silver White, Midnight Black e Mirror Black, tendo como diferencial o acabamento fosco na segunda e espelhado na terceira.

Também teremos uma edição limitada, chamada de Silk White, com acabamento em ouro-rosa nas laterais.

O OnePlus 6 terá sua pré-estreia na Amazon Prime no dia 21 de maio, estando disponível para vendas no dia seguinte. A versão limitada chega ao mercado dia 5 de junho.

 

Fonte: Tudo Celular

 

Comentar

Código de segurança
Atualizar