Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A exploração do homem no espaço acaba de resultar em uma descoberta histórica.

Nesta quinta-feira (7), a Nasa revelou que o robô Curiosity encontrou matéria orgânica preservada nas rochas de Marte, além de outras descobertas que podem indicar que o Planeta Vermelho já teve vida.

As moléculas orgânicas foram encontradas em rochas de cerca de três bilhões de anos, próximas à superfície. Segundo a Nasa, elas podem conter carbono e hidrogênio, além de oxigênio, nitrogênio e outros elementos.

Apesar da descoberta, a Curiosity não conseguiu determinar a fonte das moléculas e isso não necessariamente é uma evidência de que Marte já teve vida em algum momento. Isso porque matéria orgânica, embora seja associada à vida, também pode ser criada por processos não biológicos, como a própria Nasa explica. Mas Thomas Zurbuchen, administrador da Diretoria de Missões Científicas, está otimista e acredita que este é um sinal para continuar buscando:

Com estas novas descobertas, Marte está nos dizendo para manter o curso e continuar procurando por evidência de vida. Estou confiante de que nossas missões atuais e as que estão planejadas nos levarão a mais descobertas incríveis no Planeta Vermelho.

Além da matéria orgânica, outra descoberta da Nasa foram intrigantes mudanças sazonais nos níveis de metano da atmosfera ao longo de três anos marcianos – aproximadamente seis anos terrestres.

O metano em si pode ter sido criado por uma reação química com água e pedra, mas cientistas acreditam que também pode ter origem biológica – afinal, a maior parte do metano na Terra veio de fontes biológicas. O mais curioso, no entanto, é que os níveis do gás na Cratera Gale repetidamente sobem em meses quentes do verão e descem no inverno, todos os anos.

Os estranhos picos de metano no Planeta Vermelho sempre deixaram os cientistas perplexos, mas esta nova informação sugere que o gás está armazenado abaixo da superfície, o que pode ajudar a explicar isso, além de ser um relevante indício de vida antiga.

Comentar

Código de segurança
Atualizar